Aeróbico ou musculação para emagrecer? Descubra o que é melhor

1.659

Aeróbico ou musculação para emagrecer? Descubra o que é melhor

Além de dieta equilibrada, programa de treinos com orientação profissional pode potencializar a perda de peso e melhorar as taxas.

Médico dá dicas para complementar os treinos

Uma pergunta que sempre traz dúvida é sobre qual o melhor tipo de exercício físico, aeróbico ou de resistência, para quem quer emagrecer mais rápido?
Todos sabemos que, além de uma dieta equilibrada, é fundamental em um processo de emagrecimento definir um programa de exercícios físicos.
O treino de resistência, popularmente conhecido como “anaeróbico” (ex: musculação), tem mostrado grandes benefícios não somente para o emagrecimento, mas para diversas condições como a hipertensão arterial sistêmica, a resistência insulínica (diabetes) e a osteopenia.
Já o aeróbico (ex: corrida) possui diversos benefícios para a saúde e comprovadamente atua como um forte aliado para o emagrecimento quando realizado de maneira correta.

Vamos às evidências científicas:

O estudo Hearty feito com mais de 300 adolescentes com sobrepeso mostrou que ambos os treinamentos, isoladamente, ajudam no emagrecimento.
No entanto, o estudo mostra que a perda de gordura é maior quando se combinam os dois treinamentos (resistência + aeróbico) do que quando se faz o aeróbico sozinho. Fato também importante é que a aderência ao treinamento aeróbico isolado é menor do que no treinamento de resistência ou misto, como citado anteriormente.
.
Outro estudo feito na New York Obesity Nutrition Research Center, publicado em outubro de 2014 no Diabetes Care de Gallagher, mostrou dois grupos (todos pacientes com sobrepeso) em acompanhamento de um ano.
Um grupo foi orientado a fazer exercícios físicos e dieta. Já o outro grupo, além das orientações, teve um acompanhamento diário dos treinos por profissionais de educação física, o que lhes garantiu uma incrível perda de peso em mais de 7%.
.
Esse estudo mostrou como um acompanhamento profissional especializado é fundamental para o maior condicionamento físico e para o emagrecimento.
Como o sobrepeso e a obesidade “andam de mãos dadas” com outras condições como a hipertensão, não podemos deixar de citar que o treinamento de resistência, como a musculação, traz enorme benefício para pacientes hipertensos.
.
Foi o que concluiu uma meta-análise da Mayo Clinic, publicada em março de 2014, que mostrou em todos os estudados uma diminuição da pressão arterial e, também, da frequência cardíaca de repouso (fato que sabidamente acontece no exercício aeróbico e é um bom sinal). O estudo ainda conclui que: todo adulto, hipertenso ou não, pode se beneficiar muito do treinamento de resistência.
.
Portanto, fazer um programa de treinamento com exercícios aeróbicos + exercício de resistência (musculação) com o acompanhamento de um personal trainer irá potencializar a perda de peso. Consulte um professor de educação física e, idealmente, vá a um médico do esporte para realizar um teste cardiopulmonar do exercício.
.

Além do treino, veja dicas para emagrecer rápido e com saúde:
.
Beba água: beber pelo menos 500ml de água 30 minutos antes de todas as refeições ajuda a emagrecer.
.
Não invente: faça uma dieta que mais se adeque ao seu perfil!
Estudo grande publicado no Jama mostrou que o resultado da maioria das dietas é similar, ou seja, o importante é efetivamente você seguir a dieta. Óbvio que uma dieta é individualizada e, portanto, é fundamental consultar um nutricionista para adequar a sua.
.
Evitar bebidas alcoólicas: além das calorias presentes na cerveja ou nos destilados, o álcool diminui os níveis hormonais de testosterona, portanto você diminuirá o anabolismo muscular e, também, fará menos queima de gordura! O que não vai te ajudar emagrecer.
.
Durma cedo: o hormônio do crescimento é secretado, principalmente, 2 a 3h após o início do sono.
Ele é um dos mais importantes hormônios do corpo e é responsável por estruturar a massa óssea, os músculos e mobilizar os adipócitos através da ação do IGF-1. Outro fator que diminui a secreção do GH, em até 70%, é o consumo regular e abusivo do álcool e do cigarro.
.
Troque o mercado pela feira: estudo de Turner-MacGrievy GM mostrou em acompanhamento de dois anos que uma dieta predominantemente vegetariana efetivamente contribui para a perda de peso. Mas lembre-se que dietas vegetarianas são pobres em proteína, portanto, faça uma consulta com um nutricionista para adequar a sua dieta.
.
Faça sexo: estudo publicado no New England Journal of Medicine mostrou que fazer sexo ajuda na perda de peso de pacientes obesos.
Esse é um fato muito importante para o homem do ponto de vista hormonal, porque o obeso possui naturalmente maior conversão e secreção de estrogênio pelos adipócitos e, portanto, menor libido. Já a prática de exercícios comprovadamente aumenta a produção de testosterona, hormônio este que aumenta a libido.
.
Faça meditação: estudo de Christaki E. publicado no Journal of Human Nutrition and Dietetics mostrou que indivíduos obesos tiveram maior perda de peso em um programa de diminuição do stress.
.
Por Guilherme Renke

.